quinta-feira, 11 de abril de 2019

Panna cotta de Pitaya

Outono é sempre assim, uma estação nostálgica e vibrante ao mesmo tempo. Com suas cores, e sua luz, que para mim é a luz mais bela do ano. 
E os dias longos vão-se, a pouco a pouco. 
E a pitaya se mostra com sua cor rosa a vermelho intenso, entre as folhas amareladas anunciando em alto e bom som que é outono.



Ingredientes:

1 pitaya vermelha grande
400g de iogurte natural consistência firme
6 colheres de sopa de açúcar refinado
sumo de ¹/² limão siciliano
1 colher de sopa de gelatina em pó sem sabor
1 colher de sopa de rum

Como fazer:

No liquidificador bata o iogurte, 3 colheres de sopa de  açúcar e o rum, até obter uma consistência líquida.
Em uma vasilha coloque 2 colheres de sopa de água e a gelatina em pó, leve em banho-maria para dissolver.
Leve a gelatina dissolvida ao liquidificador para bater juntamente com o iogurte, apenas para misturar.
Coloque em 4 taças e leve à geladeira por  2 horas para endurecer.


Geleia de pitaya

Descasque a pitaya e pique em cubos.
Em uma vasilha, coloque a pitaya, o sumo do limão e 3 colheres de sopa de açúcar, em fogo baixo, mexa delicadamente até que a pitaya se dissolva, engrosse e reduza pela metade.
Reserve e deixe esfriar
Coloque a geleia de pitaya em cima do creme de iogurte e deixe na geladeira por 2 horas.






 *receita que me consagrou em maio de 2015 *Revista Natureza

https://www.google.com/search?rlz=1C1EQUG_pt-BRBR646BR646&q=revista+natureza+maio+de+2015&tbm=isch&source=univ&sa=X&ved=2ahUKEwjA5Kfm1MjhAhUkKrkGHW_VAikQsAR6BAgJEAE&biw=1920&bih=937#imgrc=QXzDigYgmhgfzM:

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Labanie (Coalhada Seca)

Todos os dias são bons para agradecer,
 e eu sou mesmo muito agradecida à Vida!


Receita de Labanie (Coalhada Seca)
Ingredientes:


1 litro de leite;
1 copo de iogurte natural ou 2 colheres (sopa) de Raubi;( um tipo de coalho)
1 colher (chá) de sal.



Modo de preparo:

Prepare o Laban ou a coalhada fresca. Acrescente o sal e misture para o sal se espalhar. Coloque a mistura dentro de um saco de pano, (algodão ou morim), e amarre-o firmemente. Pendure-o para escorrer todo o soro, e deixe- assim por algumas horas até que o soro seja todo eliminado.
Para a coalhada ficar bastante consistente, arrume uma tigela e coloque um pires virado dentro dela. Coloque o saco com a coalhada, por cima do pires, e deixe-o na geladeira de um dia para o outro. No dia seguinte, retire a coalhada de dentro do saco de pano e a coloque em uma tigela.
A coalhada quando deixada dentro da geladeira, de um dia para o outro, torna-se mais consistente, em forma de patê mole. A coalhada pode, ainda, ser temperada com azeite e ervas


quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Pão integral de café com passas


Nada melhor do que um pãozin com cafezin...   


Ingredientes

2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo branca
1 xícara de farinha de trigo integral (usei de centeio)
1/2 xícara de aveia em flocos finos
1/4 de xícara de café-solúvel
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo

1 colher (sopa) de manteiga derretida
2 colheres (sopa) de melado de cana ou mel
1/2 xícara (chá) de uvas passas pretas
1 colher (sobremesa) rasa de sal
2 colheres (chá) de fermento biológico seco
1 e 1/2 xícara de água morna
Modo de fazer:
Em uma tigela misture as farinhas, a aveia, o café, o fermento, o açúcar, o sal e misture bem.
Em uma tigela pequena misture a água morna, a manteiga derretida e o melado.
Aos poucos comece a adicionar essa mistura até obter uma massa macia e homogênea. Caso seja necessário acrescente um pouquinho de farinha, mas não exagere, ela deve grudar ligeiramente na mão para manter a maciez.
Acrescente as passas e sove por mais alguns minutos sobre a bancada. Coloque a massa em um recipiente, cubra com um pano e deixe crescer por aproximadamente 1 hora, o volume dela deve dobrar.
Nesse momento coloque a massa sobre a bancada enfarinhada, amasse o suficiente para expulsar o ar e molde um pão médio ou dois pequenos. Acomode os pães em uma forma untada e leve para crescer por 30 minutos.
Leve ao forno preaquecido a 220º e asse até dourar.



sábado, 20 de outubro de 2018

BOLO MÁRMORE DE CLARAS E MATCHA

Carrego comigo a força da luz, por muito que o mundo as vezes me doa nada me escurece o coração!


BOLO MÁRMORE DE CLARAS E MATCHA

6 claras de ovos 
 (preferencialmente caseiros, pois conferem maior humidade ao bolo)
60 ml de azeite extravirgem suave
70 g de açúcar
110 g de farinha sem fermento
1 colher de chá de fermento em pó
2 colheres de chá de pó de matcha
3 colheres de sopa de sumo de lima ou limão
Açúcar em pó e matcha para decorar

Como fazer:

Ligue o forno nos 180º.
Unte muito bem com manteiga ou azeite uma forma de buraco (a minha é pequena, tem cerca de 16 cm de diâmetro na parte mais larga), e polvilhe com farinha.
Numa taça, bata o açúcar com o azeite e o sumo de lima ou limão.
Peneire a farinha e o fermento para outra taça.
Bata as claras em castelo com uma pitada de sal até ficarem bem firmes.
Junte, de forma intercalada, a mistura de farinha e fermento e as claras em castelo, à taça dos líquidos, envolvendo com suavidade.
Por fim, passe metade da massa para outra taça e junte-lhe o pó matcha, envolvendo bem.
Verta as massas alternadamente para a forma previamente untada, de maneira a criar o marmoreado.





sábado, 13 de outubro de 2018

Risoto de Shiitake com salsinha

A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a ideia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver. 
Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes


Ingredientes para o caldo:
2 cenouras
2 talos de salsão (as folhas de 1)
1 cebola grande
3 litros de água
2 folhas de louro
3 cravos-da-índia
5 grãos de pimenta-do-reino

Como fazer:

1. Lave bem todos os legumes. Corte a cenoura em fatias grossas. A cebola e o salsão em pedaços médios. 

2. Numa panela, junte os legumes, as folhas de salsão e os temperos. Coloque a água e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos.

3. Desligue o fogo e, com uma peneira fina, coe o caldo. Reserve.

Ingredientes para o Risoto:

3 xícaras (chá) de arroz para risoto
200 g de cogumelos shiitake
9 xícaras (chá) do caldo de legumes
1 cebola
2 colheres (sopa) de azeite
1 ½ xícara (chá) de vinho branco
¼ de xícara (chá) de salsinha
1 dente de alho
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
queijo ralado

Como fazer:

1. Numa panela, coloque as 9 xícaras de caldo coado e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo. 

2. Descasque e pique a cebola em cubos pequenos. 

3. Numa outra panela, coloque o azeite, a cebola, tempere com sal e leve ao fogo baixo. Quando a cebola ficar transparente, aumente o fogo, coloque o arroz e refogue por aproximadamente 2 minutos - todos os grãos de arroz devem ficar com uma camadinha de azeite. Coloque o vinho e mexa vigorosamente até evaporar. 

4. Junte 6 xícaras de caldo e mexa até secar. Reserve, coloque na geladeira 3 xícaras do caldo para usar quando for finalizar o risoto.

5. Leve uma frigideira grande ao fogo até esquentar bastante. Coloque uma colher de azeite e adicione o shitake, aguarde dourar, tempere com sal, pimenta-do-reino a gosto e transfira para uma tigela. 

6. Numa panela, coloque as 3 xícaras restantes de caldo e leve ao fogo médio para aquecer. 

7 Assim que o caldo ferver, coloque o risoto pré-cozido em uma panela, adicione os cogumelos e metade do caldo. Leve ao fogo alto e mexa bem. 

8. Verifique o ponto do risoto, ele deve ficar úmido e durinho no meio, al dente. no ponto de risoto, finalize com o queijo.